terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Madrugada

Atravessando a balsa a caminho do aeroporto. Uma hora da manha. Voô sinistro saindo às 3h30 para o Rio, vou ver mamãe que não chora mais. Esta na UTI em estado critico. Como viajar nesta epoca com raros voôs disponiveis, o agente de viagens faz magica e me coloca pelos ares e estou há algumas horas ja voando por conta da noticia. Não consigo fixar meus pensamentos, so um desejo vem à mente : misericórdia divina. Eu que falo tanto com Ele hoje me sinto muda. Ele sumiu, ficou longe e como outros desesperados pergunto por onde esta que não me ouves. A noite esta linda. Silenciosa e escura nem a lua apareceu para mostrar o caminho da balsa. Mas eu chego do outro lado, chego ao Rio com o dia claro e vou ver a dor de mamãe. Misericordia Senhor.
Léa Penteado enviado do meu Blackberry

Nenhum comentário:

Postar um comentário