sábado, 10 de outubro de 2009

O quintal


Antes de morar em Vila de Sto Andre, quando a casa era do meu irmão Victor e visitava nas férias, ficava admirada com as árvores no quintal. Plantadas como em um circulo com um coqueiro no centro, ficava horas deitada em uma rede e admirando o movimento das folhas em contraste com o azul do céu. Quando perguntava ao meu irmão de quais espécies eram, ele respondia com seu jeito muito próprio, sarcástico e bem humorado : "são árvores de mato..." O tempo passou, meu irmão partiu, acabei vindo morar em Sto Andre, comprando a casa e aprendi que cada uma dessas árvores tem nome, sobrenome e uma razão especial : são espécies que fazem parte do que um dia foi a mata Atlântica. São poucas, cuido com enorme carinho. Ja plantei outras tantas no quintal, mas estas preservo com atenção especial, afinal não é todo dia que se encontra árvore de mato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário