sexta-feira, 23 de outubro de 2009

As minhas meninas

Não sei se me dá mais alegria ver o crescimento das minhas "meninas" ou o prazer de não ter perdido o contato ao longo dos anos, mesmo quando nos perdemos acabando nos achando. Não são minha filhas, mas poderiam ter sido. Desde a primeira, Angela Tostes, vi todas se tornarem profissionais de altissima qualidade. Cristina Ramalho, Hylde Sipauba, Luciene Setta, Rosangela Honor, Ju Braga, que mulheres especiais se tornaram. A mais nova de todas, Denise Chaer que conheci no ano 2000 tenho ernome admiração. Escrevo dentro de um taxi a caminho de um local onde ela participa de uma mesa redonda sobre Ações de Sustentabilidade. Vou aplaudir a cria com maior carinho.
Léa Penteado enviado do meu Blackberry

Nenhum comentário:

Postar um comentário