quarta-feira, 1 de julho de 2009

E mail para um amigo

Querido amigo Paulo

Há cinco anos mandei um e-mail contando que estava dando uma virada na vida, e me sentia como uma acrobata se atirando de um trapézio sem rede de segurança... Deixava a vida estabilizada de muitos anos entre Rio e São Paulo para me atirar no nada em uma vila de pescadores no sul da Bahia... Você respondeu ao email dizendo: pode se atirar que seus amigos estarão embaixo para amparar na hora da queda.
Pois bem, o tempo senhor da razão, mostrou que o salto foi para novas descobertas, caminho surpreendente, e assim segui até o ano passado quando me içaram por um período de 4 meses na civilização. Foi muito bom e voltei este ano para um período mais longo, agora até abril de 2010. Nada me aflige, sei que como na canção do Tom e do Chico, “vou voltar sei que ainda vou voltar para o meu lugar...”
Entretanto hoje pela manhã vivi literalmente a experiência de acrobata em trapézio. Para substituir o sobe desce das escadas de casa, o caminhar pelo quintal e pela praia, resolvi fazer Pilates. E tenho esticado tanto que às vezes acho que vou me desmantelar inteira, com um pedaço em cada canto e nunca mais vou conseguir juntar pernas e braços. Puxa, estica, respira, encolhe a barriga... E hoje a Luana, minha professora, resolveu pendurar parte de mim num trapézio. Apenas a perna, mas ela diz que qualquer dia eu sento lá... E foi por isso que lembrei de você... Estou viva, voando, me esticando e feliz... Quando partir para o salto triplo aviso com antecedência...
Beijos saudosos
Léa
(foto : Paulo, eu e Cristina, fevereiro de 2004 - Tarbes, França)
Resposta do Paulo

querida Lea
sou eu agora quem está, parcialmente, em um periodo de reflexao. Nao saio da civilizaçao porque tenho a internet e muitas comunidades sociais, mas fico mais ou menos isolado. Isso dito, acho que fazer exercicios muito puxados(eu caminho todos os dias) nao é exatamente muito indicado. Penso que Michael Jackson se perdeu por aí. Piano piano se va lontano beijos

Um comentário:

  1. Aluna Querida,
    No pilates, uma perna no trapézio é apenas o início do processo! Poderei te orientar com zelo em voos mais altos, sempre buscando o bem estar físico e mental, e então esperemos para ver o que mais sairá de tua mente brilhante quando estiver com as duas pernas penduradas!!!!!
    Bjs Luana - AVITAH PILATES

    ResponderExcluir