domingo, 26 de julho de 2009

Algumas coisas... Copacabana


Quatro dias em Copacabana esperando o show no Maracanã... Faz sol na sexta-feira, estou em um hotel na Xavier da Silveira, só 2 quadras da praia e vejo que na mala só levei roupa de trabalho... Tenho a manhã de folga, compro biquine e camiseta - não levei nem a havaiana! - e saio pra caminhar na praia, a mesma por onde passei tantas vezes, indo e vindo da Santa Clara ao Posto 6, refletindo com meus botões... O que me afligia, o que eu queria ? Nem lembro mais...

Lembro do cheiro da maresia, dos bons momentos e é muito bom rever Copacabana o lugar mais democático do planeta ... Pós feriado 9 de julho para os paulistas, a praia está repleta de turistas... Tem os mesmos vendedores de biscoito Globo, Mate Leão, canga, chapéu...

Nas muitas lembranças, além do apartamento na Av. Atlantica onde morei, um cenário deslumbrante da orla, do colar de pérolas que forma Copacabana, lembro um domingo de manhã em 1992, andando com um amigo ouvi a confidência de que ele ia lançar um livro e venderia 100 mil exemplares. Não ri por respeito. Nos anos 90 não se vendia tanto livro, ainda não havia o boom da literatura do Paulo Coelho. Tentei confortá-lo sobre o mercado editorial, mas ele se manteve irredutível. Não vendeu 100 mil livros, vendeu mais de 2 milhões ! Ele se chama Lair Ribeiro e o livro é "O Sucessso não ocorre por acaso". Ainda bem que não ouviu meu palpite e seguiu seus sonhos...

2 comentários:

  1. Hoje a praia aqui também estava cheia. Faltou você, venha mais!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. - Tão gostoso ler as suas palavras, querida...

    ResponderExcluir